(031) 3195-0580
4infra

Identificando falhas na gestão de TI

Identificando falhas na gestão de TI

Qual é o objetivo fundamental da tecnologia da informação nas empresas? Além de fornecer e manter os equipamentos funcionando, a TI é responsável pela infraestrutura, sistemas, aplicações e processos organizacionais. Em outras palavras, a gestão de TI não pode ser vista como um setor deslocado nas organizações, já que tem atuação estratégica em todo o negócio.

Isso acontece porque a transformação digital vem marcando o ritmo no mundo empresarial. Sem ela, nada acontece – pelo menos não tão rápido quanto se espera. É por isso que a TI está presente em vários modelos de negócio, melhorando a performance de empresas privadas e governamentais.

Contudo, não adianta ter todos os recursos à mão se a gestão de TI for falha. Ou seja, é preciso monitorar resultados que mantenham os fluxos eficientes e com baixo índice de gargalos operacionais. Um gerenciamento de TI ineficiente deixa o negócio vulnerável frente aos concorrentes e pode interromper projetos, além de trazer enormes perdas financeiras para a empresa.

Por outro lado, uma gestão de TI efetiva possibilita melhores ganhos operacionais, administrativos, de reconhecimento de marca e fidelização de clientes.

Dicas para identificar as falhas na gestão de TI

Toda gestão de TI pode apresentar falhas ou sensibilidades. O problema não é esse: é ignorar os obstáculos, fingir que não existem e criar uma imensa bola de neve que pode se tornar uma avalanche mais adiante.

Para evitar problemas e prejuízos no seu negócio, veja nossas dicas de como identificar as falhas na gestão de TI:

Fique de olho no gerenciamento dos ativos

Você sabe a quantidade de itens ativos e passivos que você tem na sua empresa?  É papel da gestão de TI catalogar todos os bens tecnológicos, como computadores, banco de dados, programas, licenças, softwares, câmeras, impressoras e demais dispositivos que gerem dados.

Quando o controle não é realizado, fica mais difícil identificar a eventual necessidade de troca de equipamento, manutenção preventiva, atualização de sistemas ou mesmo realocação de recurso ocioso.

A gestão de TI com foco nos ativos é essencial para que a empresa tenha segurança, alta performance e pleno funcionamento da área de tecnologia.

Mapeie os problemas com segurança da informação

Hoje as empresas lidam com uma diversidade enorme de dados, na maioria das vezes sensíveis, utilizados para as tomadas de decisão. Geralmente são relatórios, dados bancários, projetos, folha de pagamento e outros conteúdos que atraem a atenção dos hackers.

Vazamento de dados é coisa séria! Quando informações estratégicas caem em mãos erradas, problemas graves podem afetar clientes e a própria empresa, como roubo e sequestro de informações, demonstrando (tardiamente) as falhas na gestão de TI.

Se isso vem acontecendo na sua organização, é sinal de que algo pode melhorar no seu setor de TI. Invista, por exemplo, em recursos atualizados que aumentem a segurança da informação nas empresas.

Priorize as soluções em nuvem

As soluções em nuvem possibilitam um ambiente virtual bem mais seguro, permitindo que as empresas enfrentem com eficácia falhas de software e hardware. A ideia é o armazenamento de dados, aplicações e sistemas integrados em plataformas remotas. Esse item da gestão de TI é conhecido como cloud backup.

Além de proteger as informações de qualquer tipo de acidente ou incidente, as soluções em nuvem dão mais mobilidade aos negócios. Com elas, o responsável pelos dados pode acessá-los de qualquer lugar, mesmo fora do ambiente corporativo, além de compratilhá-las para uso por profissionais de outros setores da companhia.

A não utilização de recursos baseados em nuvem demonstra amadorismo na gestão de TI, pois através da ferramenta é possível reduzir custos, modificar a capacidade operacional a qualquer momento (gerando escalabilidade), aumentar a disponibilidade de recursos digitais e ajudar a empresa a ser mais competitiva.

Pare de enxergar a gestão de TI como custo

Porque gestão de TI não é custo, é investimento. Ter disponível os recursos de TI em uma organização pode não ser barato, mas o gestor não pode deixar de considerar que todo o investimento será revertido em eficácia e bons resultados. A falta deles é sinal que algo precisa ser mudado na gestão.

Por isso, jamais pense na exclusão do serviço. Reveja os processos, as políticas e busque alternativas digitais que apoiem seu escopo empresarial.

Por exemplo: se a sua conexão cai muito, impedindo a produtividade dos funcionários e o acesso ao sistema por clientes e fornecedores, talvez seja necessário mudar para a internet tipo dedicada, um modelo que conta com estabilidade do sinal.

 

Não deixar que as falhas de gestão de TI atrapalhem o desenvolvimento da sua empresa envolve um olhar crítico sobre o sistema de gerenciamento utilizado. Muitas vezes os responsáveis não conseguem identificar de imediato potenciais causas das anomalias, precisando de uma equipe especializada para resolver a questão.

Se esse é o seu caso, a 4Infra se coloca à disposição não só para reconhecer os erros que causam entraves na sua gestão de TI, mas também para propor soluções adequadas ao seu tipo de negócio. Entre em contato com a gente e converse com nossos consultores.


15 de março de 2021

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down