(031) 3195-0580
4infra

LGPD para pequenas empresas: como se adequar?

LGPD para pequenas empresas: como se adequar?

A Lei Geral de Proteção de Dados já está em vigor, mas nem todo mundo está se atentando para a necessidade de adaptação a ela. Mais que isso: muito gestor ainda não entende o impacto da LGPD para pequenas empresas. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa Experian em 2019, cerca de 28% das empresas brasileiras com até 5 funcionários desconhecem essa lei.

Vale lembrar que a adequação das PMEs a essa nova realidade não é uma escolha. Caso os processos vigentes não sejam implementados em sistemas que recolhem dados, a empresa terá que arcar com as punições previstas em lei.

Entenda a LGPD

De maneira simplificada, a Lei Geral de Proteção de Dados é baseada no Regulamento de Proteção de dados Europeu - GDPR - e estabelece regras para uso e armazenamento de informações pessoais.

O principal objetivo da lei é proteger a liberdade e a privacidade de cidadãos consumidores, estabelecendo mais transparência e controle na forma de coletar, armazenar e usar os dados pessoais recolhidos em formulários de cadastros ou interações do gênero.

Sancionada em 2018, a LGPD começou a vigorar em 18/09/2020, determinando que qualquer empresa que incluir em sua base de dados informações dos clientes deve seguir com rigor os novos procedimentos.

Adaptação da LGPD para pequenas empresas

As PMEs representam uma parcela significativa na economia do Brasil. Das 6,4 milhões de empresas existentes no país, 99% se enquadram nesse tipo de empreendimento, segundo o Sebrae.

Independente do número de funcionários ou do ramo de negócio, o processo de digitalização ainda é um desafio para pequenas empresas. Portanto, não é de se estranhar que muitas se “esqueçam” de implementar as adequações propostas às exigências da LGPD.

Contudo, o esquecimento não é desculpa – e não vai salvar ninguém de multas ou sanções.

Veja algumas ações importantes para se adequar às novas diretrizes:

Equipamentos para a segurança da rede

Para proteger os dados de clientes e consumidores sua empresa vai precisar de equipamentos e softwares para manter a rede segura. Por isso, o primeiro passo nessa adequação é avaliar se seu negócio possui estrutura de rede adequada, já que a conexão é um potencial caminho para todo tipo de vulnerabilidade.

Esse parecer é realizado por um profissional de TI, que identifica falhas e recomenda produtos e serviços certificados, capazes de garantir eficiência na operação. Fazem parte do pacote de possibilidades Firewall, antivírus, antispam, VPN e outras ferramentas de segurança.

Reveja seus processos internos

Se seu negócio ainda não tem processos internos bem definidos, melhor repensar suas estratégias. Afinal, para adaptar a LGPD para pequenas empresas, ter clareza no andar das tarefas é essencial para mitigar riscos e vazamentos de informação.

Tenha protocolos de comunicação seguros

Como garantir que os dados coletados com agentes externos serão armazenados, enviados, tratados e descartados? Para isso as empresas precisam ter protocolos definidos que indiquem como será o tráfego das informações, como o uso do VPN.

Os dados trocados externamente devem transitar de forma segura e criptografada. Todas as definições levam em consideração os riscos de vazamento, pois pequenas empresas costumam ser, comumente, vítimas de ataques de hackers.

Tenha uma empresa parceira e de confiança

Ter como parceira uma empresa de confiança especializada em TI é a melhor maneira de se adequar à nova lei. Por isso, antes de definir a consultoria certa, procure saber quão íntima ela está com a LGPD.

Os especialistas da 4Infra estão à disposição para arrumar a casa e deixar os dados da pequena empresa mapeados, conforme a nova lei. Mesmo que as punições e multas sejam aplicadas apenas a partir de agosto de 2021, as PMEs devem agilizar a adequação, pois a implementação das regras da LGPD leva em torno de 6 meses.

 

Não perca o prazo para se adequar às novas regras. Entre em contato com a gente!


28 de outubro de 2020

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down