(031) 3195-0580
4infra

Os profissionais de TI mais buscados no mercado em 2020

Os profissionais de TI mais buscados no mercado em 2020

São tempos difíceis em muitas áreas do comércio. A pandemia do novo coronavírus afetou a abertura de lojas e a prestação de serviços presenciais, além de ter aumentado a taxa de desemprego no país. Entretanto, para muita gente, seguindo as orientações para permanecer em casa, as compras e contatos pela internet subiram consideravelmente.

Com maior necessidade do uso da tecnologia para reforçar vendas e atendimentos online, com agilidade e qualidade, o investimento na contratação de profissionais de TI tornou-se prioridade nas companhias. Mesmo antes do início da crise decorrente da Covid-19, o ramo já movimentava bilhões anualmente, totalizando mais de 7% do PIB em 2018.

Mudanças na lei também fizeram crescer a procura por profissionais da Tecnologia da Informação, como a Lei Geral de Proteção de Dados. Agora, as empresas serão duramente penalizadas em caso de extravio de informações sensíveis de clientes, funcionários e fornecedores. A maneira como o cadastro de clientes costumava ser feita também passou por alterações e todas as anotações terão de ser revistas.

Para uma empresa de pequeno porte, migrar esses dados pode ser tarefa simples, mas imagine como as empresas maiores estão lidando com a novidade? Com a ajuda de profissionais de TI. Nesse cenário, alguns experts da área serão ainda mais requisitados e, consequentemente, bem pagos.

#1 Gestor de Inovação

Novas tecnologias e exigências do mercado podem desorganizar a operação e causar atrasos na entrega das demandas. É comum notar a equipe perdida frente a mudanças bruscas, principalmente ao alterar o foco da empresa.

Pensando na organização de processos, o Gestor de Inovação é o profissional capacitado para definir o plano de negócios a ser seguido e buscar meios inovadores e práticos para facilitar e agilizar as atividades. Em média, o salário atinge os R$8 mil reais, sofrendo variações em alguns estados brasileiros.

#2 Profissional de Big Data e Cientista de Dados

Com média salarial de R$9 mil reais ao mês, o profissional dessa área é o responsável pela busca de ideias para organização em massa de dados, como as instalações de big data.

O cientista de dados precisa ser cauteloso e atencioso ao analisar as informações, criando KPIs para metrificação do trabalho, tudo de modo autodidata, mas sempre com foco na proteção dos materiais da empresa.

#3 Profissional de Machine Learning

Para atuar como profissional de Machine Learning, é preciso ser bastante analítico e criativo, automatizando o máximo de processos possíveis, prevendo ações sem abandonar o perfil humanizado em todas as etapas.

A função é complexa e exige conhecimentos específicos em matemática e lógica, dependendo em muitas vezes, da capacidade autodidata do TI. Justamente por se tratar de construções mais aprofundadas, que envolvem o uso de inteligência artificial, o salário é um pouco maior que os citados, chegando aos R$10 mil reais mensais.

#4 Arquiteto e Engenheiro 3D

Arquitetura da computação e engenharia 3D são áreas importantes para construção de ambientes virtuais com realidade aumentada, proporcionando a capacidade de enxergar como o projeto ficará depois de executado.

A área é muito útil em várias frentes do mercado, já que poupa o gasto de investimento com projetos que, na prática, não saíram como o esperado. Assim, é possível prever o resultado final, mesmo antes de dar início às obras.

Para profissionais deste ramo específico, a média salarial varia entre os R$7 mil reais, podendo atingir valores ainda maiores de acordo com a importância do empreendimento.

#5 Gestor de Segurança em Tecnologia da Informação

Principalmente com a chegada da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), o profissional de Segurança em Tecnologia da Informação tem sido bastante procurado pelas empresas, que oferecem pagamentos mensais entre os R$7 mil a R$10 mil reais mensais.

Sua função baseia-se no reforço da proteção de informações sensíveis e confidenciais que passam pelo negócio. Assim como em outras demandas da TI, o Gestor de STI precisa ser autodidata e descobrir, por si só, meios para garantir a integridade das informações da companhia.

Outsourcing para a melhor equipe de profissionais de TI

Infelizmente, as pequenas empresas não podem contratar esse tipo de profissional, já que a folha de pagamento não está de acordo com o orçamento da companhia, podendo levá-la a sérios comprometimentos do caixa. Nesse caso, o ideal é fazer o outsourcing de TI, que é a terceirização do trabalho.

Para execução de projetos de migração de dados ou implementação das conformidades da LGPD a solução é contar com negócios dedicados à Tecnologia da Informação, como a 4Infra. De acordo com as demandas, os serviços são executados com qualidade, mas gastando bem menos, sem comprometer as finanças do empreendimento e levá-lo ao risco de falência.

Para saber como o outsourcing pode colaborar para o crescimento da sua empresa e garantir o pleno funcionamento da companhia, entre em contato com a 4infra e converse conosco sobre as necessidades tecnológicas do seu negócio.


12 de agosto de 2020

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down