(031) 3195-0580
4infra

Não é novidade para ninguém que o WordPress é o maior gerenciador de conteúdos do mercado. Inicialmente, foi desenvolvido para criar e editar textos e vídeos, sem usar a linguagem complicada da programação. O objetivo era apenas facilitar a vida do produtor que pode administrar todo o seu trabalho de forma simples e intuitiva. (mais…)

É inegável que o armazenamento em nuvem é uma das melhores ferramentas de TI dessa era da informação. Empresas que não aderirem a essa tecnologia podem estar fadadas ao fracasso, uma vez que a segurança dos dados é fator crucial de crescimento. (mais…)

O cloud backup já é uma ferramenta indispensável no mundo corporativo. Empresas que ainda utilizam armazenamento em dispositivos físicos tendem a amargar grandes prejuízos quando algum imprevisto ocorre. (mais…)

Sua empresa já pensou nas estratégias de backup para o ano que vem? Se não, ainda está em tempo a análise das melhores ferramentas em nuvem! Elas são de grande relevância para que seu negócio tenha sucesso e se destaque no mercado em 2022.  (mais…)

Já pensou ter os melhores aplicativos de trabalho e poder acessar todos a partir de uma única plataforma? Assim funciona o Google Workspace, serviço que oferece versões de vários produtos Google que podem ser personalizados conforme o nome de domínio do cliente. (mais…)

Grandes salas desenvolvidas para o processamento de dados, o data center acumula inúmeros recursos importantes ligados ao sistema da empresa. Usado para o armazenamento de dados, sua proteção é um ponto essencial. 

Dentro dos recursos usados com o objetivo de proteger os dados de clientes e empresas, está o snapshot de disco. O uso deste dispositivo está ligado a uma ação muito importante: ser um local onde há uma cópia segura dos arquivos de um servidor. 

Entretanto, a ação do snapshot ainda é muito mais ampla do que podemos imaginar. Como um retrato, o snapshot registra informações do disco, memória e do sistema como um todo.

O que é o Snapshot de disco?

Uma das estratégias que faz parte do backup, ou seja, a cópia de segurança, o Snapshot atua como uma fotografia. Dessa forma, essa ferramenta registra como está o estado atual de um servidor. 

Para isso, esse recurso de proteção de dados produz uma espécie de foto que registra como o sistema está naquele momento e a armazena. Dessa forma, o Snapshot é capaz de registrar as configurações da máquina e os metadados de arquivos. 

Com essa ação, caso aconteça uma invasão no sistema ou algum desvio nas informações do sistema, o Snapshot pode ajudar. Para isso, a ferramenta conseguirá promover uma restauração rápida do sistema. 

Num primeiro momento, a ação da ferramenta pode  parecer muito semelhante ao backup. Entretanto, o snapshot de disco possui algumas limitações em relação a esse outro processo. 

Quando acontece algum erro no sistema armazenado, por exemplo, o backup consegue promover a restauração apenas do local que está com defeito. Por isso, o snapshot é limitado, já que promove a restauração completa e não apenas da parte com problema. 

Snapshot e a proteção de dados

Além de atuar na proteção de informações dos servidores, esse método também tem resultados positivos para o storage, equipamento que armazena os dados de servidor. Por ser uma fotografia do sistema, a principal vantagem está na possibilidade de recuperar dados. 

Em outros sistemas, quando uma informação é alterada, sua versão antiga pode ser excluída. Dessa forma, se você precisa acessar a primeira versão de um arquivo, será bem mais complicado recuperá-lo com outros métodos. 

Por registrar todo o sistema, o snapshot possui a vantagem de ter acesso a versões mais antigas e novas de um mesmo dado. Isso porque, ambas as versões ficam armazenadas na ferramenta. 

Com isso, a restauração dos dados acontece de forma mais rápida. Para isso, você consegue localizar esses arquivos de algumas formas. Isso pode acontecer a partir da data ou por alguma outra mudança que tenha acontecido na máquina

Assim, mesmo que um arquivo seja excluído após a invasão de software malicioso ou por acaso, é possível recuperar a informação. Por isso, o sistema ainda assim é muito vantajoso para as empresas. 

Conheça outras soluções voltadas para a proteção e backup do sistema da sua empresa na 4infra. Fale agora com a nossa equipe!

 

 

Se você atua na área de TI ou costuma ler sobre o assunto, provavelmente já viu a sigla VPS. O Virtual Private Server, traduzido como servidor privado virtual, é um tipo de tecnologia que possibilita a simulação de um servidor dentro de um servidor. 

Num primeiro momento, essa definição pode parecer bem estranha e confusa. Por isso, na publicação vamos apresentar as funcionalidade do VPS e sua aplicação na área da tecnologia. 

Afinal, o que é o VPS?

Antes de apresentar suas funcionalidades, precisamos explicar alguns conceito. O servidor é um computador onde dados e outros arquivos importantes para um site ficam armazenados.

Ao visitar uma página na web, por exemplo, o navegador da página encaminha um pedido para o seu servidor. Nesse processo, são repassados os dados fundamentais para entrar no site. 

O VPS é um tipo de hospedagem de sites. Além dele, existem o do WordPress, oferecido para usuários da plataforma, a compartilhada, o cloud e a dedicada.

Na hospedagem VPS é ofertado um servidor virtual, que simula um servidor físico. Isso possibilita que a máquina seja compartilhada com outros usuários, ao mesmo tempo que, cada usuário, pode instar seu próprio software. 

Assim, podemos pensar que o VPS atua de duas formas, oferecendo um espaço virtual compartilhado e uma camada privada. De maneira prática, a hospedagem de sites com esse tipo de hospedagem é um serviço comum.

Isso porque, com o processo de virtualização, esse sistema permite num servidor de múltiplos usuários e recursos dedicados, ou seja, que são privados. Além disso, ele é uma opção de hospedagem segura e estável.

Além disso, no VPS você consegue configurar o site da sua empresa em um local seguro. Nele, há recursos garantidos, como o espaço em disco e a memória. Com isso, não é necessário compartilhar esses dados com outros usuários.   

Principais vantagens e desvantagens do VPS

Como já destacamos anteriormente, a hospedagem VPS pode ser uma boa solução para o site da sua empresa. Entretanto, devemos ter cuidado e ponderar como pode agregar ou prejudicar. 

Em situações onde há picos de tráfego de usuários, por exemplo, não existe problemas na estabilidade da página. Outro ponto importante e em destaque é que existe mais privacidade e segurança nesse serviço.  

Se comparado com servidor de hospedagem compartilhada, por exemplo, o VPS é mais rápido e confiável. Entretanto, para gerenciá-lo é necessário ter alguns conhecimentos mais técnicos. Ou seja, sua empresa precisará de profissionais capacitados para lidar com essa hospedagem.  

Além disso, a opção é mais cara se comparada a outros tipos, como a compartilhada. Em contrapartida, esse servidor proporciona uma facilidade no processo de escala, assim, se seu site crescer será mais é fácil fazer um upgrade do VPS. 

Para jogos e outros produtos que exigem um desempenho maior, o servidor se destaca em relação a outros tipos. Um bom exemplo de site com alto desempenho é o jogo Minecraft.

Dessa maneira, durante as partidas não existem problemas ligados a qualquer tipo de travamento ou até mesmo atraso. Por ter arquivos e dados protegidos de outros usuários, o servidor também proporciona mais privacidade.

Contudo, vale destacar que é importante compreender o funcionamento desse sistema. Se configurado de forma inadequada,  pode acontecer problemas graves de vulnerabilidade na segurança do sistema.

Depois entender o que é o VPS e outras questões do sistema, vale lembrar que é importante ter conhecimento técnico para ter um bom gerenciamento do site.

Para isso, a 4Infra desenvolve consultorias e outros serviços que ajudarão sua empresa. Entre em contato com nosso time e receba um atendimento especializado.

O gerenciamento e monitoramento de dados tem se tornado cada dia mais importante. Com a quarentena forçada causada pela pandemia de Covid-19 e a transferência dos negócios corporativos para o ambiente doméstico, a atenção e cuidado com as informações fica ainda mais essencial. 

Ninguém gostaria de perder os dados coletados com tanto empenho, não é mesmo? Com os funcionários em home-office, pode haver menos centralização de informações e, por isso, menos segurança no controle dos dados.

O home-office também veio para reestruturar muitos processos empresariais, principalmente na área de TI. Os desafios são muitos, e cada empresa pode enfrentá-los de maneira diferente. Eles não podem, entretanto, ser ignorados. 

O desenvolvimento da infraestrutura de TI da empresa traz diversos benefícios para a corporação. Além de mais segurança e praticidade no gerenciamento de informações, o monitoramento de dados também pode trazer vantagens estratégicas para o negócio. 

Por que monitorar dados?

Uma empresa com um bom monitoramento de dados é competitiva e toma melhores decisões. O monitoramento pode revelar problemas ocultos e dar clareza aos processos, facilitando a correção dos desempenhos. 

Ao monitorar os dados disponíveis, fica mais fácil identificar os problemas e agir rapidamente e com eficácia. Empresas que desprezam o monitoramento frequentemente gastam muito tempo, energia e dinheiro buscando a solução ideal para um problema que poderia ter sido previsto. 

Monitorar dados também ajuda a verificar o desempenho de equipamentos e reduzir o desperdício, trazendo mais economia para a empresa. 

Os indicadores do negócio também devem ser atentamente monitorados. Só assim é possível reformular estratégias e tomar decisões com eficácia e assertividade.

A clareza nos processos internos e externos da empresa, então, facilita no conhecimento do negócio, no entrosamento entre servidores e na resolução de problemas.  

Começar pode não ser tão fácil, principalmente se a área de TI ainda não está plenamente desenvolvida ou enfrenta muitos gargalos. Algumas dicas podem ajudar.

Como começar a monitorar dados?

Antes de definir as práticas de monitoramento utilizadas, é necessário identificar quais são os dados a serem monitorados e onde eles estão localizados. Nessa etapa, busque entender quais são os desafios a serem enfrentados e onde estão os gargalos da empresa. 

Com o volume de dados definido, o próximo passo é buscar um software adequado aos desafios do negócio. Atenção: o ideal é que o software se adeque às necessidades da sua empresa. Por isso, identifique o tempo de atualização das informações. 

Para dados que precisam ser atualizados imediatamente, é preciso que o software possua essa capacidade. Já se isso não é necessário, a atualização pode ser feita periodicamente, como diariamente ou mesmo de hora em hora, se necessário. Conhecer as suas necessidades é essencial!

Para um monitoramento de dados bem feito, é possível contar com a ajuda da 4infra, que oferece suporte e consultoria de TI para sua empresa. 

A 4infra possui um sistema de gerenciamento e monitoramento remoto da infraestrutura. Além de ser uma ferramenta segura e eficaz, por ser remota, também é mais econômica e prática.

O sistema de monitoramento de dados da 4infra também é escalável, já que permite o aumento no sistema de gerenciamento de acordo com o crescimento do negócio. Não coloque limites ao seu negócio! 

Para começar a monitorar os dados da sua empresa de forma eficaz, conte com a 4infra. Solicite sua consultoria e não deixe de desenvolver já o setor de TI da sua empresa! 

O backup em nuvem é a solução criada para armazenar a cópia de segurança de todos os arquivos e sistemas de uma organização. Resumindo: tudo que era arquivado fisicamente passa a ser salvo em um servidor remoto. (mais…)

Quando pensamos em tecnologia, logo vem aquela sensação brusca de mudança, tirando todo mundo da zona de conforto e fazendo com que as empresas operem basicamente os mesmos equipamentos, só que de formas diferentes entre si, com mais ou menos funcionalidades à disposição. (mais…)

chevron-down