(031) 3195-0580
4infra

Como fazer implementação do Mitrotik passo a passo

Como fazer implementação do Mitrotik passo a passo

O firewall Mikrotik é uma das ferramentas importantes para uma empresa, já que seu objetivo é garantir a segurança das informações que trafegam em sua rede, evitando os ataques de hackers à sua rede de computadores.

O que é Mikrotik?

Mikrotik é uma empresa com sede da Letônia que fabrica equipamentos para redes de computadores, especialmente produtos wireless e roteadores, que são muito utilizados por provedores de banda larga e empresas dos diversos segmentos.

Uma das funções exercidas pelos produtos Mikrotik é a de firewall. O firewall é um dispositivo de segurança de rede responsável por monitorar todo o tráfego de entrada e saída, podendo permitir ou bloquear tráfegos específicos conforme definição das regras internas de segurança. A grosso modo, ele é um filtro.

Um firewall pode ser baseado em hardware ou software. O firewall baseado em hardware é um equipamento específico para o monitoramento do tráfego. Por isso, é o modelo mais utilizado no ambiente empresarial, por ser dedicado e por não haver necessidade de compartilhar recursos com outros aplicativos. Isso faz com que ele consiga dar conta de maior demanda e aplique filtros de maneira rápida.

Já o firewall baseado em software é um programa instalado nos computadores.

O Mikrotik vem ganhando espaço no mercado de TI por possuir inovadoras e simplificadas funcionalidades, estabilidade e facilidade de uso, especialmente pela interface de configuração que permite a implantação de complexas regras de firewall. Falando nisso, como fazer a implementação de Mikrotik?

Como fazer a implementação de Mikrotik?

A implementação de Mikrotik depende de alguns fatores, como política de segurança da empresa, tamanho da rede, regras que autorizam o fluxo de entrada e saída de dados e grau de segurança requerido. Todos eles devem ser considerados, uma vez que influenciam diretamente na eficiência e segurança do firewall.

Aliás, em alguns casos pode ser necessário a contratação de uma consultoria especializada em TI, que irá não somente fazer a implementação como também personalizar o firewall Mikrotik de acordo com os parâmetros da sua empresa.

Mas, em linhas gerais, podemos afirmar que a implementação do firewall Mikrotik pode ser feita nos seguintes passos:

  1. Configurar o endereço IP (adress): endereço IP (Internet Protocol Adress) é um rótulo atribuído a cada dispositivo que se conecta a uma rede de computadores para se comunicar. Para configurar o firewall, é preciso descobrir o endereço IP padrão (gateway padrão) do roteador.
  2. Configurar rota de saída (router): o IP possui rotas que devem ser configuradas.
  3. Configurar o DNS: servidores DNS (sistema de nomes de domínios) localizam e “traduzem” endereços eletrônicos. Quando se digita um site, o computador consulta um dos servidores DNS, que retorna com o endereço verdadeiro (uma sequência numérica).
  4. Configurar o NAT: a configuração do NAT ou Network Adress Translation é o que permite a comunicação entre o cliente e o server. No Mikrotik, o NAT funciona como src-nat (modifica o endereço da origem no cabeçalho do IP dos pacotes) e como dst-nat (modifica o endereço do destino).
  5. Configurar um MK com ADSL (modem em bridge): Asymmetric Digital Subscriber Line ou ADSL (Linha Digital Assimétrica para Assinante) é uma tecnologia utiliza uma linha telefônica comum para permitir que o usuário transfira digitalmente dados em alta velocidade. É possível configurá-lo no Mikrotik, caso deseje.

Como saber se está tudo funcionando corretamente?

A implementação de Mikrotik pode parecer complicada para quem não está familiarizado com essas tecnologias. Porém, há uma forma de saber se tudo está funcionando corretamente. É um pouco técnica, mas vamos lá.

O Mikrotik possui um terminal de comando, chamado “new terminal”. Essa opção está no winbox. Esse terminal possui vários comandos. Para testar se o firewall Mikrotik está funcionando, basta colocar um endereço qualquer da internet e visualizar se há resposta. Se sim, o servidor está conectado à internet. Se não houver resposta, é possível que tenha algum problema na configuração. Caso haja, siga novamente os passos de implementação para verificar onde está o erro.

O ideal é contar com o auxílio de uma consultoria de TI para que não haja problemas na implementação de Mikrotik. Precisa de ajuda? Entre em contato conosco!


3 de julho de 2018

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down