(031) 3195-0580
4infra

Por que fazer backup recorrente? Entenda a importância da prática

Por que fazer backup recorrente? Entenda a importância da prática

Proteger virtualmente a sua empresa de hackers é, hoje, uma prática essencial para o desenvolvimento do seu negócio. Por isso, quem faz backup recorrente acaba se diferenciando dos concorrentes. 

A segurança dos dados em um cenário competitivo e altamente digital faz toda a diferença. O bom tratamento e manejo das informações garante processos eficientes e previne prejuízos. 

Uma das principais maneiras de assegurar a segurança das informações e conseguir tratá-las da melhor forma é fazendo backup recorrente.

O que é Backup?

O Backup é um velho conhecido de quem atua com tecnologia. Por ser uma prática segura e consolidada, muita gente já entende o que é. 

O backup recorrente, entretanto, não é tão popular. Algumas pessoas acham que ele não é necessário e que realizar a transferência dos arquivos esporadicamente já é o suficiente. O que é backup, afinal?

Backup consiste, basicamente, em um processo de copiar informações de um ponto para outro mais seguro. Ou seja, transferir arquivos e discos para um sistema à parte, protegido de ameaças externas.

Tipos de backup

O backup pode ser dividido em backup físico e backup na nuvem. É possível realizar backup por meio de pen drives e HD externos, mas também por meio de nuvens online. 

O backup físico tem como vantagens a portabilidade e privacidade de quem não compartilhar dados em um data center. 

Já o sistema de cloud online é prático, seguro e inovador. Essa opção se destaca pela escalabilidade, mobilidade, modernidade e pelo baixo custo, em comparação com o backup físico.

Existem quatro tipos de backup. São eles:

#1. Backup completo

No Backup completo, todos os arquivos do sistema são copiados. Apesar da maior necessidade de armazenamento, o backup completo oferece a reprodução fiel do ambiente.

#2. Backup incremental

O Backup incremental copia apenas os arquivos que foram modificados em relação ao último backup. 

#3. Backup diferencial

O backup diferencial é semelhante ao incremental. A diferença, porém, é que o diferencial toma como referência o último backup full.

#4. Backup incremental contínuo 

Essa modalidade de backup permite a automatização da recuperação dos dados, tornando o processo mais prático. 

A importância do backup recorrente

Apesar de ser uma prática simples, o backup recorrente pode facilitar o desenvolvimento de toda a empresa. 

Isso acontece por alguns motivos. O primeiro é a possibilidade de melhorar a comunicação entre setores. Com informações categorizadas e salvas em um ambiente seguro, os setores conseguem enxergar mais claramente o andamento do trabalho. 

Além disso, o backup recorrente evita danos financeiros e prejuízos, já que previne a perda de informações importantes para o desenvolvimento de atividades essenciais. 

A perda de dados também paralisa a produtividade dos funcionários, que devem aguardar até que a situação seja resolvida para que possam retomar as atividades. Por isso, fazer backup de maneira recorrente é uma forma de garantir que a empresa continue ativa. 

Outra vantagem do backup é armazenar informações estratégicas para a empresa. Quem perde esses dados acaba entregando, de mão beijada, informações essenciais aos concorrentes. Você não quer isso, não é?

Vazamentos de dados também representam um risco à imagem da empresa. Casos como o do Facebook, por exemplo, mostram que a insegurança nas informações são um prato cheio para o surgimento de crises de imagem. 

As crises de imagem podem levar à perda da credibilidade da imagem da empresa frente aos clientes, o que dificulta a fidelização e a conquista de novos clientes. Então, é fácil perceber que o backup recorrente é uma atividade estratégica na empresa. 

Como fazer backup recorrente?

O backup recorrente é uma prática necessária para quem quer manter a empresa segura, competitiva e produtiva. 

É possível escolher o tipo de backup que mais se adequa às necessidades e aos dados da empresa, mas eles devem ser analisados cuidadosamente. 

Para identificar também a periodicidade ideal do backup, é importante analisar a sensibilidade dos dados copiados e seguir a política de backup da empresa.

Contar com ajuda especializada também é uma boa saída, já que isso oferece mais praticidade e economiza custos em relação à infraestrutura de TI do seu negócio. A 4infra Consultoria em TI pode ajudar. 

Com profissionais especializados e planos de TI personalizados às suas necessidades, a 4infra previne riscos e ajuda a gerenciar o seu ambiente de TI. Saiba mais aqui! 


28 de junho de 2021

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down