(031) 3195-0580
4infra

As diferenças de Windows pirata para Windows original

“Você pode ter sido vítima de adulteração de software.” Se você sempre utilizou cópias não originais do Windows, deve conhecer de cor e salteado essa frase. Esta informação foi elaborada para importunar os utilizadores de cópias do Windows não licenciadas pela Microsoft.

Com o passar do tempo e com o lançamento das outras versões do Windows, o nó da garganta dos utilizadores, de cópias não originais do Windows foi afrouxado. E para a felicidade dos mesmos, a Microsoft informou Há pouco tempo que atualizará gratuitamente para o Windows 10, computadores que não contém uma reprodução genuína do mesmo. No entanto, mesmo ficando com o Windows moderno estes usuários ainda possuirão uma cópia não genuína do Windows 10.

Versão pirata do Windows como a Microsoft sabe que estou usando uma?

No Windows está contido um processo conhecido como “ativação do Windows”. Este processo ativa a sua reprodução do sistema operacional com a Microsoft. Esta por sua vez, verifica a sua chave e analisa se você está usando uma cópia original ou não. Esse processo assegura que você esteja utilizando a sua chave em apenas um computador e, ao mesmo tempo, que inúmeros de computadores em todo o mundo não estão utilizando a sua chave. A Microsoft também avalia periodicamente se a sua chave não está considerada como pirata. Ela faz isso por meio de renovações facultativas algo que normalmente está ativado como processo padrão do Windows Update.

Se os servidores da Microsoft o identificar como utilizando uma versão não original, você receberá uma com Se você adquirir um computador novo com Windows, não necessitará  se preocupar com isso. No instante da compra, você também já adquiriu uma licença verdadeira do Windows. No entanto, se você tenha preparado o seu respectivo  PC ou tenha adquirido o computador de outra pessoa (que muitas vezes vendem o computador afirmando que já tras com o Windows ativado, no entanto, com uma versão pirata), é necessário obter uma licença do Windows.unicação falando que a sua cópia não é genuína.

Como a versão pirata pode afetar o seu computador

A versão não genuína do Windows possui recursos desenvolvidos para lhe avisar regulamente sobre isso. O objetivo é lhe irritar a tal extremo que você deixe o mundo confuso da pirataria e adquira uma versão genuína do Windows.

O Windows XP e o Vista, por exemplo, tiveram limitações duras! No cenário do XP, o Windows Genuine Advantage foi empurrado como uma atualização que seria capaz interferir os usuários do computador. A partir disso, as limitações passaram a ficar bastante brandas. O Windows Vista relaxou bastante as coisas e ofereceu um modo de utilidade diminuída. Este modo possibilitava que você fizesse acesso em computador por uma hora de cada vez.

Com a surgimento do Windows seven as limitações ficaram ainda mais brandas As coisas ficaram absolutamente amolecidas com o Windows 8 e 8.1. No entendo esses últimos, você terá uma aviso a cada hora orientando que a sua cópia não é original. Também ocorrerá um aviso permanente no lado inferior direito da tela. Algumas alternativas de personalização estarão delimitadas entre outras coisas.

Estas limitações, embora sejam um pouco detestáveis são muito fracos De fato, você ainda poderá continuar utilizando o seu computador normalmente. Todos os teus apps vão operar corretamente

Você dificilmente será impossibilitado de entrar e acessar o seu computador Você terá normalmente atualizações de segurança de suma importância do Windows Update. É verdade, os recados são chatos Porem você poderá continuar utilizando o seu computador.

Como obter uma versão original do Windows

Infelizmente, os recados atuais de avisa de sistema não original do Windows não oferecem uma maneira fácil de obter uma licensa genuína. Em vez disso, você é encorajado a comprar um computador novo com uma versão licenciada do Windows ou até mesmo comprar a o cd de instalação com o sistema em algum estabelecimento e instalá-lo. Mais prático ainda!

Se você possui a licensa de ativação original, poderá inserir elas e as limitações serão retiradas, Porem até agora, não é possível comprar ela rapidamente no computador.

Isso é algo que a Microsoft está atualizando para o Windows 10. De fato, eles preferem tornar bastante fácil o processo de legalização do Windows. Posteriormente com o lançamento da atual versão, será possível comprar uma licença original do Windows com apenas alguns cliques.

Quais os tipos de licenças do Windows?

Para coordenar melhor a escolha de uma licença Microsoft, é necessário analisar a princípio se há busca por soluções em cloud Também devem ser apontadas as alternativas por licenças perpétuas, com direito de vantagem pelo restante da vida, ou versões subscription, em que a adesão é feita como um locação Um terceiro motivo a ser analisado é a possibilidade de transacionar a proporção de licenças durante o período de contrato.

CSP (Cloud Solution Provider)

Em um dos referências mais atuais da Microsoft, a licença CSP é direcionada para atender ao crescimento de soluções em cloud Nesse modelo, o consumidor adquirir versões cloud com possibilidade de pagamento mensal e flutuação do número de licenças a cada mês. De acordo com a necessidade, aqueles que for comprar CSP poderão elevar ou minimizar a proporção de versões oferecidas durante o período de contrato.

No CSP, a distribuidora do programa fica responsável por ciclo de vida dos Serviços na internet do consumista por meio de favorecimento lucratividade direto, suporte e gestão. Ela também consegue somar serviços próprios, estendendo os recursos ofertados.

Um benefício desse tipo de autorização é que ele gera um custo previsto de modo que você poderá inclui ele nos seus gastos fixas e ter maior gerenciamento sobre o pagamento, que pode ser feito até por boleto. Outra vantagem é que a adesão é sem compromisso não havendo multa, e você poderá ter um contrato único para todas as soluções Cloud Microsoft que adquirir.

OEM (Original Equipment Manufacturer)

Se o programa esteja pré-instalado em computadores recém-adquiridos, como o Sistema Operacional Windows, a licença será do modelo OEM. Neste caso, o programa já está inserido junto  à máquina.No modelo OEM, a licença de programa é limitada ao computador em que veio instalado. Dessa forma, não é possível a reinstalação em outra máquina, o que leva o possuidor do programa a comprar uma nova licença se escolha pela mudança de seu computador.Geralmente, programas com a licença OEM não são focados para a venda direta ao consumista final. Eles são produzidas ou adaptados, geralmente para montadoras. Basicamente, OEM é um termo usado quando uma desenvolvedora faz um sistema componente ou parte de um produto/programa do produto final de outra organização.

As empresas que produzem notebooks e computadores utilizam programas com licença OEM em seus produtos. dentre elas, Dell, Sony, Philips e muitas diversas outras que contém por exemplo, programas da Microsoft com tal tipo de licenciamento.Os valores desses programas tendem ser exclusivos devido ao enorme volume de aquisições que as montadoras realizam para seus produtos. Vale destacar que programas OEM podem ser comprados por meio de revendedores autorizados da Microsoft.

FPP (Full Packaged Product)

Conhecido também como “licenciamento de caixa”, o FPP é proporcionado em caixas com a o cd de instalação para a instalação do programa a licença, registro os direitos de uso e instalação. Atualmente, Este modelo já não apresenta muito adesão, uma vez que a Microsoft apresenta soluções para download.No FPP, a instalação desse software é permitida unicamente em uma máquina. Dessa forma, o FPP é bastante adequado para pequenas organizações que utilizam até quatro computadores. A partir de cinco máquinas, as organizações se deparam com  mais vantagens em procurar ao autorização em volume, uma vez que ele permite a instalação em um número maior de computadores com valores mais acessíveis.

Além do mais, este tipo de autorização não proporciona o uso de versões antigas do programa adquirido. Normalmente, o FPP apresenta o maior preço entre os tipos de licenciamentos Microsoft. Todavia, pode ser conseguido em qualquer proporção não havendo restrição menor de licenciamentos ou até mesmo de compra.

ESD (Eletronic Software Delivery)

Em uma possibilidade que concede mais praticidade ao consumidor doméstico, a Microsoft concede o ESD como um modelo para alterar o FPP e evitar a necessidade de aquisição da caixa. Para isso, essa autorização com características similares ao Full Packaged Product, é ofertada por download.

Este tipo de autorização traz algumas benefícios como a rapidez praticidade e flexibilidade em se comprar o produto com sua licença, o qual pode ser feito em qualquer hora e local bastando ter acesso à web. Há também a praticidade de não ser necessário guardar a mídia física, a qual pode arranhar, quebrar, sumir etc.Vale destacar que a ausência de mídia física diminui despesas com logística, armazenamento e o mesmo material de produção da mídia. Isso ajuda a reduzir o preço do programa e ainda colabora com o meio ambiental

Conclusão

É evidente que existem, e sempre vão haver meios de enaganar os alertas do Windows não original. Estes sacadas piratas têm sido combatidos pela Microsoft por muitos anos! Na verdade, desde a sua existência.Nós não incentivamos a ninguém outro tipo de pirataria. Entretanto, ao mesmo tempo, Admitimos que o valor de maior ou menos R$800 é muito elevado para a gigantesca maioria de brasileiros assalariados. Provavelmente sabemos que a Microsoft planeja diminuir o valor de suas chaves de licença para que, todos os bem intencionados, tenham condições de pagar por uma.

chevron-down