(031) 3195-0580
4infra

Snapshot de disco: saiba o que é e como funciona

Snapshot de disco: saiba o que é e como funciona

Grandes salas desenvolvidas para o processamento de dados, o data center acumula inúmeros recursos importantes ligados ao sistema da empresa. Usado para o armazenamento de dados, sua proteção é um ponto essencial. 

Dentro dos recursos usados com o objetivo de proteger os dados de clientes e empresas, está o snapshot de disco. O uso deste dispositivo está ligado a uma ação muito importante: ser um local onde há uma cópia segura dos arquivos de um servidor. 

Entretanto, a ação do snapshot ainda é muito mais ampla do que podemos imaginar. Como um retrato, o snapshot registra informações do disco, memória e do sistema como um todo.

O que é o Snapshot de disco?

Uma das estratégias que faz parte do backup, ou seja, a cópia de segurança, o Snapshot atua como uma fotografia. Dessa forma, essa ferramenta registra como está o estado atual de um servidor. 

Para isso, esse recurso de proteção de dados produz uma espécie de foto que registra como o sistema está naquele momento e a armazena. Dessa forma, o Snapshot é capaz de registrar as configurações da máquina e os metadados de arquivos. 

Com essa ação, caso aconteça uma invasão no sistema ou algum desvio nas informações do sistema, o Snapshot pode ajudar. Para isso, a ferramenta conseguirá promover uma restauração rápida do sistema. 

Num primeiro momento, a ação da ferramenta pode  parecer muito semelhante ao backup. Entretanto, o snapshot de disco possui algumas limitações em relação a esse outro processo. 

Quando acontece algum erro no sistema armazenado, por exemplo, o backup consegue promover a restauração apenas do local que está com defeito. Por isso, o snapshot é limitado, já que promove a restauração completa e não apenas da parte com problema. 

Snapshot e a proteção de dados

Além de atuar na proteção de informações dos servidores, esse método também tem resultados positivos para o storage, equipamento que armazena os dados de servidor. Por ser uma fotografia do sistema, a principal vantagem está na possibilidade de recuperar dados. 

Em outros sistemas, quando uma informação é alterada, sua versão antiga pode ser excluída. Dessa forma, se você precisa acessar a primeira versão de um arquivo, será bem mais complicado recuperá-lo com outros métodos. 

Por registrar todo o sistema, o snapshot possui a vantagem de ter acesso a versões mais antigas e novas de um mesmo dado. Isso porque, ambas as versões ficam armazenadas na ferramenta. 

Com isso, a restauração dos dados acontece de forma mais rápida. Para isso, você consegue localizar esses arquivos de algumas formas. Isso pode acontecer a partir da data ou por alguma outra mudança que tenha acontecido na máquina

Assim, mesmo que um arquivo seja excluído após a invasão de software malicioso ou por acaso, é possível recuperar a informação. Por isso, o sistema ainda assim é muito vantajoso para as empresas. 

Conheça outras soluções voltadas para a proteção e backup do sistema da sua empresa na 4infra. Fale agora com a nossa equipe!

 

 

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
Phishing: saiba como evitar esse ataque 
27 de setembro de 2021
Segurança digital: 3 sinais para investir  
27 de setembro de 2021
Conheça a Data Mesh: a inovação na arquitetura de dados 
24 de setembro de 2021
Conheça o Xaas e saiba como aplicá-lo 
22 de setembro de 2021
1 2 3 114
chevron-down