(031) 3195-0580
4infra

Seus funcionários estão sob o risco de phishing

Seus funcionários estão sob o risco de phishing

Segurança na internet é um dos assuntos mais debatidos por usuários e gestores de TI. Por mais que as empresas reforcem seus sistemas de proteção, elas ainda estão sendo vítimas de ataques cada vez mais sofisticados.

Vírus, malwares e outras ameaças aumentam a vulnerabilidade da rede, que permite que hackers tenham acesso a informações e dados sigilosos, causando prejuízos financeiros, perda de produtividade e danos à imagem da organização.

Sua empresa e seus funcionários podem estar sob o risco de phishing, por exemplo. Ele é um golpe fácil, atua de forma de discreta e atinge vários usuários ao mesmo tempo.

 

O que é phishing?

 

Phishing é uma variação da palavra fishing, que em inglês quer dizer pescar. É um tipo de fraude em que pessoas mal intencionadas jogam “iscas” em forma de spam com o objetivo de obter informações do usuário, tais como senhas e números de cartões de crédito.

Esse tipo de crime virtual acontece da seguinte forma: os contatos são realizados através de e-mails e mensagem de celular com links para serem acessados, vindos de remetentes conhecidos (bancos, lojas, prefeitura) que passe a imagem de confiança e credibilidade.

Por ser uma mensagem aparentemente legítima, o usuário fica tentado a abrir e verificar do que se trata. Ao entrar no email, a pessoa pode ser direcionada a um site falso e levada a preencher dados pessoais ou instalar algum software.

Os criminosos utilizam abordagens atrativas para levar ao clique, como download de boleto bancário, fotos exclusivas, brinde de marca conhecida, entre outras maneiras de gerar curiosidade. O objetivo é simples: roubar dados e se beneficiar com eles.

 

Estratégias utilizadas pelos hackers

 

Os hackers utilizam várias artimanhas para seduzir o funcionário e fazer com que ele corra o risco de phishing. Por isso, desconfie sempre de mensagens que ofereçam dinheiro e outros benefícios, ou que insistam no clique em determinados links esquisitos.

Veja algumas estratégias utilizadas por criminosos para roubar dados sigilosos:

Oferta de dinheiro

Nenhuma instituição em sã consciência envia e-mail oferecendo dinheiro de forma aleatória – talvez nem de forma guiada. Contudo, uma das estratégias utilizadas é uma declaração dizendo que “sua restituição de imposto de renda, no valor de R$15 mil, está liberada”.

Isso é golpe!

 

Você acaba de ser sorteado...

... e de ganhar uma viagem, carro, celular. Junto ao comunicado, costuma vir um link ou arquivo com informações para buscar o prêmio. É claro que isso não passa de uma armadilha para infectar sua máquina e roubar dados sigilosos.

 

Senso de urgência

Ignore e-mails com senso de urgência e que exijam que você tome uma posição naquele momento. Pode ter certeza que, se uma instituição quiser entrar em contato urgentemente com você, ela não tentará fazer isso por e-mail ou link de WhatsApp.  

 

Ameaças

Mensagens vindas de empresas reconhecidas no mercado dizendo que “sua conta foi bloqueada” ou “o serviço foi suspenso”, ameaçando te levar na justiça, cobrança de multas ou algo parecido, deve ser sempre considerado phishing. Mais uma vez, esse tipo de mensagem jamais seria dado por e-mail, pelo menos não por instituições sérias.

Na dúvida, desconfie e procure diretamente a instituição – por telefone ou presencialmente – para esclarecimentos.

 

Como se proteger do risco de phishing

Os funcionários estão expostos a esses ataques o tempo todo. Para que a organização não sofra os prejuízos oriundos dessas ameaças, é preciso se proteger contra os riscos de phishing.

 

Firewall

O firewall é uma importante solução que ajuda a combater os crimes digitais. Ele funciona como uma barreira de acesso ao site que bloqueia conteúdo malicioso e  verifica o tráfego de entrada, para checar se o referido acesso tem registro em listas de atuações ilegais.

 

Treinamentos

Funcionários devem receber treinamentos sobre o uso dos computadores e equipamentos, bem como serem orientados sobre as políticas de segurança da empresa. A conscientização é uma das melhores formas de tornar o ambiente digital seguro e livre de roubos e ataques cibernéticos.

 

Sistema interno estruturado

Para se prevenir contra ataques virtuais e crimes de todos os tipos, o recomendado é fazer uma análise de toda a infraestrutura de TI do seu negócio.

A 4infra pode te ajudar nesse sentido, já que geramos um diagnóstico que identifica as vulnerabilidades, tráfego na rede, potencial de desempenho e o que mais for necessário para mapear a situação do seu sistema interno.

A partir desse resultado é possível propor uma estruturação mais adequada com os recursos de segurança que proteja sua rede contra o phishing.

Vale lembrar que toda ameaça ao servidor pode ser catastrófica para o negócio. Por isso, não espere ver seus dados roubados. Uma consultoria em TI, como a 4infra, irá te orientar para as melhores soluções contra phishing e outros crimes virtuais.

Entre em contato com a  gente.

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
Vantagens de usar o Sharepoint para servidor de arquivos
8 de novembro de 2021
Como fazer backup para Microsoft 365?
5 de novembro de 2021
Dicas para otimizar o Microsoft 365 em pequenas empresas
3 de novembro de 2021
5 razões para investir em Fortinet
1 de novembro de 2021
1 2 3 119
chevron-down