(031) 3195-0580
4infra

Gestão de conhecimento em TI: o que é e como ter

Gestão de conhecimento em TI: o que é e como ter

O conceito de gestão de conhecimento é um termo praticamente novo, mas de grande importância no mundo corporativo. Isso porque o cenário em que vivemos passa por constantes mudanças, fazendo com que os profissionais busquem compreensão maior das complexidades e fenômenos que acontecem no mundo.

Hoje em dia já não se consegue resolver determinados problemas, tomar decisões  ou desenvolver projetos com base em dados pontuais, mas deve-se levar em consideração fatores externos e internos que impactam no negócio.

Para melhorar o desempenho das organizações, a utilização de ferramentas e o cruzamento de informações surgem como diferenciais para geração de valor e aumento da competitividade.

A partir da gestão do conhecimento, todo dado obtido é analisado dentro de um contexto, a fim de gerar conhecimento que passa a ser compartilhado por toda a organização.

O que o setor de TI tem a ver com isso

A TI é vista como área muito técnica, voltada para manutenção de sistemas e serviços e prestar suporte ao usuário. Ou seja, recebe uma demanda, resolve e parte para outra.

Com a gestão de conhecimento em TI essa percepção muda radicalmente, e o setor sai de um conceito puramente operacional e passa a ser peça estratégica da empresa.

Em tempos totalmente digitais, dados e informações ficam cada vez mais disponíveis, fazendo com que a tecnologia se empenhe para assegurar acesso, segurança e organização para os envolvidos no processo.

Mesmo sendo uma área técnica, intangível e abstrata para muitos, com a gestão de conhecimento em TI, ela se transforma em algo que todos podem opinar, acarretando mudanças na cultura e impactando várias áreas da companhia.

Esse espírito colaborativo pode atingir também o cliente que passa a sugerir mudanças na montagem de computadores, mudar o padrão do website ou melhorar o processo de venda e logística, por exemplo.

Isso quer dizer que também cabe à área de TI fazer análises, reduzir custos, mitigar erros e alinhar as inovações do mercado com as diretrizes e competências da empresa.

Como administrar a gestão do conhecimento em TI?

A área de TI vem exigindo profissionais cada vez mais preparados e com alta capacidade técnica. Dessa forma, muitos técnicos, analistas e gestores procuram se especializar nas mais diversas áreas da tecnologia da informação, colocando o seu conhecimento disponível para o negócio.

No entanto, não há como dominar e conhecer todos os setores da tecnologia e dominar as ferramentas mais avançadas e disponíveis para o negócio. Por isso, quando um profissional sai da organização, todo o setor acaba ficando a deriva.

Isso acontece porque cada um se especializa em um ramo da tecnologia e ao sair, leva com ele todo o know-how.

A gestão do conhecimento em TI não é acumular dados e arquivá-los em pastas no servidor, mas compartilhá-los de forma estratégica e independente.

Veja como isso pode ser feito:

Valorização do profissional

A tecnologia é muito dinâmica e muda o tempo todo, por isso os colaboradores estão sempre se capacitando para deixar os processos de TI eficientes e ao alcance dos seus usuários. Contudo, se eles não forem reconhecidos e valorizados, sairão na primeira oportunidade.

A perda de capital intelectual pode trazer prejuízos para a organização. Por isso, o profissional precisa se sentir motivado, não apenas com salários e benefícios, mas ter um olhar mais atento ao trabalho dele, dando feedbacks, reconhecendo o excesso de atividade e proporcionar bem-estar no ambiente de trabalho.

Outra forma de valorizar o profissional de TI é encorajá-lo a se aperfeiçoar, fazer cursos, participar de fóruns, aprender novas técnicas e estar sempre a par das rápidas transformações da tecnologia.

Mapeamento do conhecimento

Identifique as áreas de conhecimento e mapeie as competências de cada colaborador.  Essa é uma maneira de compreender quais áreas cada um domina e se existe alguma técnica ou área do conhecimento que não está sendo devidamente aplicada.

A partir daí é possível estimular o aprendizado através de cursos e treinamentos, bem como o desenvolvimento de novas competências.

Compartilhamento de ideias, soluções e conhecimento

Uma boa forma de gerir conhecimento em TI é incentivar discussões e compartilhamento de ideias. Os canais digitais corporativos são ferramentas recomendadas para isso, já que os profissionais vão interagir, fazer alinhamentos, tirar dúvidas e propor soluções de forma colaborativa e em canais oficiais na organização.

Tenha tudo registrado

De nada adianta os esforços de estímulo ao conhecimento se ele não for devidamente registrado. Por isso, implemente uma estrutura de arquivo para guardar toda a produção gerada por esses colaboradores, que podem ser documentos, conteúdos e informações em meio físico e digital.

 

A gestão de conhecimento em TI se faz com boas ferramentas. Caso necessite de consultoria para escolher a melhor para o seu perfil de empresa, não hesite em contatar a 4Infra.


18 de setembro de 2020

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down