(031) 3195-0580
4infra

WhatsApp clonado? Veja como evitar!

WhatsApp clonado? Veja como evitar!

O número de reclamações sobre WhatsApp clonado não param de subir. Tanto números corporativos quanto pessoais estão sujeitos a sofrerem o golpe, mesmo com os recursos de criptografia da própria ferramenta.

O aplicativo passou a ser o principal canal de comunicação a distância da maioria das pessoas, o que não muda no meio empresarial: todo mundo está com o WhatsApp em mãos para vender, cobrar e fechar novos negócios.

Se, por um lado, a praticidade é excelente, por outro é preciso se precaver: o app pressupõe o envio e recebimento de dados sensíveis e particulares, informações-alvo de quem opera na clonagem dos aparelhos.

Atualmente, a plataforma possui mais de um bilhão de usuários no mundo todo e, dentre eles, muitos com intenções ruins. Porém, é possível reforçar o nível de segurança da conta com algumas atitudes simples, sem precisar ser um especialista em tecnologia.

Tenha sempre a atualização mais recente do WhatsApp

Temendo problemas com o espaço de armazenamento de dados do smartphone ou por falta de tempo, tem quem se incomode em atualizar os aplicativos. Entretanto, a ação é fundamental para obter melhoria nas ferramentas, como a resolução das falhas na segurança.

O update do WhatsApp é necessário não apenas para ter acesso aos novos emojis e figurinhas, mas, também, ao conserto de vulnerabilidades e bugs. Sempre que falhas são detectadas e solucionadas, o aplicativo disponibiliza a versão livre do problema. Nesse caso, quanto antes você a tiver, melhor será.

Evite utilizar conexões compartilhadas para não ter o WhatsApp clorado

Na hora da necessidade, qualquer oportunidade de acesso à internet é bem-vinda, não é mesmo? Na verdade, nem tanto. As redes compartilhadas carregam altos riscos de exposição de dados pessoais.

Sempre que possível, evite conectar-se à rede pública e aberta de Wi-Fi. Além disso, os computadores também devem ser gerenciados nesse aspecto. O perigo está em logar o WhatsApp Web em um dispositivo e deixá-lo à mostra para o servidor do local. Além disso, é importante lembrar de desconectar a conta da máquina usada, caso não seja de uso exclusivo.

Exiba sua foto de perfil somente para os seus contatos

Para perfis comerciais, essa é uma decisão difícil a tomar. Isso porque os clientes que realizam o primeiro contato precisam identificar o número de algum modo e, a foto ajuda bastante nesse processo. Contudo, existem outros meios para amenizar a falta da imagem no perfil, com o nome e descrição do negócio na bio do aplicativo e a inserção da imagem do logo do comércio, ao invés da foto de rosto.

O indicado é que apenas pessoas com o contato registrado em seu telefone possam ter acesso à sua foto de perfil, evitando a exposição excessiva. Para ocultar a foto, basta clicar sobre os três pontinhos que indicam o menu da ferramenta e selecionar as seguintes opções: configurações → Conta → Privacidade → Foto do Perfil e Meus contatos.

Utilize a verificação em duas etapas

Em uma de suas últimas atualizações, o WhatsApp disponibilizou o recurso de verificação em duas etapas, o que trouxe ganhos à segurança das contas. Assim, é possível que a ferramenta solicite uma senha a mais antes de ser aberta em outros dispositivos.

Para obter o serviço, basta seguir o passo a passo: clique nos três pontinhos de acesso ao menu → Configurações → Conta → verificação em duas etapas → ativar.

Depois disso, o WhatsApp solicitará a inserção de uma senha de números e que deve ser digitada sempre que a ferramenta for aberta em outro computador ou telefone.

Coloque uma senha de acesso direto no app

Além da senha do próprio smartphone, existe a possibilidade de utilizar ferramentas que criam senhas extras à aplicativos como o WhatsApp e galeria de fotos. Dentre as mais conhecidas, está a App Locker, que protege o telefone com a criação de uma senha numérica ou geométrica.

Ao desbloquear o telefone, o WhatsApp apenas será acessado ao digitar a senha preestabelecida. Essa é uma excelente tática para quem busca por mais privacidade e segurança.

Fique alerta em relação a golpes

Não adianta proteger o acesso à conta do WhatsApp, mas manter-se desatento quanto aos golpes tão comuns praticados por aí. Dentre as práticas mais habituais, estão a entrega de prêmios e pedidos de resgate.

Lembre-se de nunca enviar informações pessoais, como CPF, endereço e demais documentos por WhatsApp, salvo para pessoas confiáveis e que provaram sua identidade por trás da troca de mensagens. Também, é importante não clicar em todos os links que receber, esse pode ser o caminho de entrada de vírus e hackers em seu dispositivo.

Para evitar a exposição, extravio e uso indevido dos dados pessoais da sua empresa ou pessoais, reforce a segurança dos equipamentos que usa. O que acha de dar o primeiro passo a partir da definição de senhas inquebráveis?


31 de agosto de 2020

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down