(031) 3195-0580
4infra

Seu site está lento? Saiba o que pode causar esse problema!

Seu site está lento? Saiba o que pode causar esse problema!

Sabe quando você tenta acessar uma página e demora muito tempo para carregar? Além de atrapalhar a navegação do usuário, um site lento pode impactar de forma negativa a imagem da empresa. 

O carregamento demorado de um site pode, em muitos casos, fazer o cliente desistir de uma compra. Esse problema também afeta o ranqueamento da página em sites de busca como o Google. 

Ou seja, além de incômodo, um site lento pode gerar prejuízos para a receita da sua empresa. Por isso, entender as causas e identificar o que contribui para essa situação é tão importante. 

Dessa forma, é possível desenvolver um plano de ações que irá solucionar o problema. Para deixar seu site mais rápido e proporcionar uma boa navegação para os usuários, conheça alguns problemas comuns que afetam sua página e deixam o site lento

1. Imagens com arquivos grandes

Em uma página na web é comum ter diversas imagens. Além de deixar o site esteticamente mais bonito, elas são grandes aliadas em atrair a atenção dos usuários. Porém, é muito importante observar o tamanho das imagens usadas. 

De forma geral, a maioria das imagens com alto grau de resolução, são arquivos grandes e pesados. Essa característica afeta diretamente o carregamento de um site. A experiência pode ser ainda pior para quem entra pela primeira vez na página. 

Por isso, para ter imagens com qualidade e que não deixem o site lento, é importante compactá-las. Esse processo pode ser feito em sites e até mesmo a partir de plugins que existem em plataformas como WordPress. 

Um site que desenvolve esse processo de forma gratuita é o CompressJPEG. Para isso, basta fazer o upload da imagem no site. Na plataforma também é possível fazer esse processo com arquivos no formato PNG e PDF. 

2. Não usar o armazenamento em cache 

Para quem não conhece, o armazenamento em cache é uma ferramenta que diminui o tempo de carregamento de uma página. Dessa forma, alguns arquivos do site já ficam carregados nos dispositivos de visitantes recorrentes do site. 

Assim, o armazenamento em cache já deixa salvo os arquivos comuns do site. Dessa forma, em uma próxima visita não existirá a necessidade de baixar todos os arquivos da página. 

Com isso, o site ficará mais rápido, o que impacta positivamente a próxima experiência do usuário no site. 

3. Site lento devido a tecnologias antigas 

Há alguns anos atrás, era comum que alguns sites ter na aplicação plugins como o Java, Flash ou o Silverlight. Desde 2015, já havia notícias sobre o desuso dessas tecnologias em sites e páginas na web. 

Além de serem ultrapassados, o uso dessas ferramentas pode afetar o acesso do usuário. Vale destacar que grande parte dos aparelhos celulares e outros dispositivos móveis não possuem suporte para esses plugins. 

Isso significa que, se sua página possui conteúdos em Java ou Flash, por exemplo, eles não conseguirão ser acessados pelos usuários. Além disso, outras desvantagens associadas a isso, são problemas na segurança e até nos travamentos de páginas.

Por isso, quem deseja ter um site mais rápido e de fácil acesso, é importante fugir de tecnologias que estão em desuso. Para isso, invista em aplicações modernas que seja compatível a diversos tipos de navegadores e dispositivos. 

Como identificar que seu site está lento?

Muitas vezes sua página na web pode ter problemas no carregamento, entretanto, a equipe da empresa pode não estar a par dessa situação. Para descobrir como está a velocidade de carregamento, é possível recorrer a alguns sites. 

Desenvolvido pelo próprio Google, o PageSpeed Insights é uma ferramenta que auxilia o processo de otimização de desempenho de um site. Para isso, basta inserir a URL do seu site na página. 

A ferramenta indicará o carregamento da página para mobile e desktop. A página do Google também atribui uma pontuação para o desempenho do site. Confira aqui!

Após o teste, se perceber que o site está lento, é importante buscar a raiz desse problema com as dicas do site. Caso tenha necessidade de uma equipe técnica na área, fale com a equipe da 4infra aqui!


18 de agosto de 2021

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down