(031) 3195-0580
4infra

A tecnologia avança a passos largos, assim como os problemas de segurança com TI. Os ataques cibernéticos estão cada dia mais sofisticados e a variedade de vírus que circulam pela internet chega a ser espantosa, preocupando, sobretudo, as pequenas empresas. E você já se perguntou se há um antivírus para pequenas empresas?

As consequências de ter máquinas e sistemas infectados são muito sérias: sequestro de arquivos, divulgação de dados confidenciais e acesso às contas bancárias, entre outras formas de prejudicar o usuário e a organização.

Por falta de conhecimento, os próprios funcionários podem colocar em risco os dados da empresa. Ao abrir arquivos anexados aos e-mails, instalar programas de procedência duvidosa obtidos pela internet e inserir pendrive ou outra mídia removível no computador, o usuário pode estar dando chance a novas formas de infecção por vírus.

Para não ver as informações estratégicas da empresa em mãos erradas, e ter mais proteção no ambiente digital, a solução é investir no melhor antivírus para pequenas empresas.

Antivírus é um programa que tem o objetivo detectar e eliminar vírus e outros  programas maliciosos dos computadores. Existe, no mercado, uma variedade de soluções que oferecem proteção e aumentam a segurança em TI.

Contudo, é preciso fazer escolhas inteligentes para que a aplicação dê o resultado esperado.

Vale a pena ter antivírus gratuito?

Ao avaliar o melhor antivírus para pequenas empresas, muitos gestores podem considerar a opção do antivírus gratuito. No entanto, é preciso pensar muito bem!

As versões que são baixadas livremente na internet podem ser úteis para uso pessoal, já que as informações não possuem valor no mercado; mas, para pequenas organizações, decidir por antivírus gratuito pode ser um problema.

A diferença entre a versão paga e a free é o número de funcionalidades e o suporte técnico. O antivírus gratuito tem limitações, já o pago dispõe de mais recursos e suporte especializado. Por isso, essa é a opção acertada para pequenas empresas.

Quais as vantagens de investir em antivírus pago

As inúmeras opções de antivírus pagos no mercado oferecem benefícios e segurança ao ambiente digital corporativo. Afinal, o programa não apenas impede a entrada de pragas virtuais, mas, também, oferece outras vantagens:

Ter o melhor antivírus para pequenas empresas é uma necessidade, pois a segurança das informações afetam diretamente os negócios da companhia. Afinal, nenhum gestor quer ver seus dados expostos e nas mãos da concorrência.

No entanto, sempre há dúvidas na hora de escolher o melhor produto. Por isso, separamos alguns dos mais famosos e utilizados antivírus.

1. ESET Endpoint Security

Com uma abordagem multicamada com várias tecnologias agregadas para melhorar a performance de detecção de falsos positivos a ESET se destaca com um excelente custo benefício em suas soluções corporativas, seu antivírus conta com os seguintes recursos: Bloqueio de Ransomware e ataques direcionados, previne brechas nos dados, previne ameaças persistentes. Além de tudo a solução da ESET usa aprendizado de máquina em todas as suas camadas para aprimorar sua defesa.

2. McAfee

Esse antivírus faz a verificação do vírus em tempo real de todos os sistemas e documentos que estejam sendo utilizados. Uma das vantagens é a possibilidade de apagar arquivos de forma definitiva, sem que ninguém consiga recuperá-los.

O que deixa a desejar nesse sistema é o fato de que o McAffe possibilitar uma lentidão no computador. Mas isso é fácil de resolver: basta ajustar as configurações para minimizar o problema,

3. Norton

Essa opção é bastante conhecida no mercado. No entanto, em alguns casos, também deixa as máquinas mais lentas. Mas, em relação a proteção contra ameaças, tem um ótimo desempenho, sendo considerado um dos melhores.

4. Avast

Uma dos pontos positivos do Avast é o CyberCapture, recurso que identifica vírus emergente em tempo real e os envia ao laboratório para análise. No entanto, a varredura do Avast é um pouco mais lenta que os outros antivírus.

5. Bitdefender

Esse é um dos principais antivírus do mundo. Oferece proteção completa contra malwares e conta com ferramentas de recuperação para vírus persistente e gerenciamento de senhas. Ainda reforça a segurança do navegador ao realizar transações financeiras. O ponto negativo do Bitdefender é a configuração complexa.2929

A escolha do antivírus deve estar de acordo com as necessidades da sua empresa. No entanto, ter uma consultoria de TI, como a 4infra, para auxiliar na avaliação, é a melhor alternativa.

Não fique na dúvida: precisando, entre em contato com a gente.

Uma ferramenta necessária para garantir a segurança da informação é o antivírus. Seu objetivo é afastar qualquer ameaça virtual que comprometa a integridade e a disponibilidade dos dados. As modalidades mais utilizadas, especialmente nos computadores de uso pessoal, são os antivírus gratuitos.

Entretanto, a escolha de um antivírus para o ambiente corporativo é um pouco mais complexa. As informações de negócios são ativos estratégicos, que devem ter o máximo de proteção. Por este motivo, utilizar os softwares gratuitos pode não ser a melhor saída para o empreendedor.

Veja 3 motivos para ter um pé atrás com os antivírus gratuitos!

Problemas de antivírus gratuitos

Os antivírus gratuitos são desenvolvidos por muitas empresas de tecnologia e disponibilizados em seus sites ou em outros especializados do ramo. Eles costumam ter uma ação simples e localizada, motivo pelo qual os cibercriminosos conseguem fazer softwares para se infiltrar e se passar por eles, causando o efeito reversos.

Nada garante a confiabilidade do programa que foi baixado gratuitamente, o que pode gerar muitos problemas como desatualização, proteção deficiente, acesso às informações sigilosas e baixo desempenho.

1. Desatualização

Com qual frequência você ouve falar sobre um novo software malicioso que atingiu sistemas de grandes empresas e governos? De tempos em tempos, aparecem notícias que destacam um novo ransonware ou malware. A velocidade com que novas ameaças virtuais aparece é enorme, porque eles se atualizam muito rapidamente.

O problema dos antivírus gratuitos é exatamente esse: não se atualizar na mesma velocidade do que os softwares maliciosos. Os desenvolvedores do programa têm mais dificuldade de identificar as deficiências dos produtos, e, consequentemente, menos condições de promover as melhorias necessárias.

Em outras palavras, as atualizações são menos frequentes e não acompanham as novas ameaças imediatamente.

2. Proteção deficiente

A forma de funcionamento dos antivírus gratuitos é básica. Identificar e retirar os vírus.

Esse é um grande problema desses softwares: eles não conseguem abranger todos os tipos de ameaça e proteger o usuário em relação a elas.

As versões pagas são mais completas, e contam com firewall, IDS, IPS, antispywares, antimalwares, antispam, antiphishing e parental control. Todas essas funções não estão presentes nos antivírus gratuitos. E elas são muito importantes, porque afastam e-mails contaminados e falsificados, e programas espiões, além de permitir controle sobre os tipos de sites acessados. Em outras palavras, os programas gratuitos não funcionam bem de forma preventiva, apenas reativa.

Devido à proteção deficiente, os invasores podem ter acesso às informações sigilosas da empresa com maior facilidade, o que pode causar um verdadeiro desastre no que diz respeito às pretensões da empresa (vantagem corporativa).

3. Baixo desempenho

Programas gratuitos, quaisquer que sejam eles, servem como um chamativo para a compra dos programas pagos ou para projetarem seus desenvolvedores no mercado de tecnologia. Por este motivo, não são criados com o critério de qualidade do que os softwares pagos.

Os antivírus gratuitos possuem o mesmo problema. Em geral, eles são lentos e têm interfaces pouco intuitivas. Tudo para fazer com que o usuário veja que é melhor adquirir um antivírus pago. Esse baixo desempenho pode causar, inclusive, uma proteção deficiente.

A escolha de um bom antivírus

Considerando todos esses problemas dos antivírus gratuitos, o gestor da empresa se pergunta como fazer para escolher um bom software de proteção. Basicamente, pode-se dizer que essa escolha depende da necessidade de cada empresa.

Por este motivo, recomenda-se entrar em contato com uma empresa especializada em serviços de TI. Ela será responsável por analisar quais as necessidades do negócio e o valor dos dados. A partir da análise, sugere um antivírus confiável para a empresa.

Além disso, veja outras dicas para escolher um bom antivírus empresarial:

Os antivírus gratuitos não são capazes de oferecer uma proteção completa para sua empresa. Siga nossas dicas para escolher um bom software para garantir a integridade e a disponibilidade dos seus dados. Não se esqueça de que eles são ativos estratégicos do negócio!

Precisa da nossa ajuda? Entre em contato para uma avaliação gratuita!

chevron-down