(031) 3195-0580
4infra

Internet das Coisas (IoT): devo investir?

Internet das Coisas (IoT): devo investir?

Muitos gestores acreditam que possuem tecnologia suficiente para tocar seus negócios, mas a gente sabe que não é bem assim. A evolução da TI é constante e, para se certificar de que tem tudo o que já é preciso para uma empresa mais rápida, eficiente e inovadora, é preciso acompanhar de perto cada movimentação do setor.

Um bom exemplo disso é a Internet das Coisas, ou IoT, uma solução que tem crescido e aparecido mundo afora. Seus recursos geram benefícios a organizações e pessoas que fazem uso dessa tecnologia, ainda incipiente para muitos mercados.

O que é Internet das Coisas?

A Internet das Coisas é uma revolução tecnológica que conecta itens usados no dia a dia ao suprassumo do avanço de usabilidade. Nela, os itens se comunicam através de sensores inteligentes e softwares que transmitem dados para uma rede de acordo com sua proposta de utilização.

Em outras palavras, qualquer coisa pode estar conectada à internet, oferecendo mais funcionalidades, conforto, praticidade e produtividade. Hoje, por exemplo, um relógio não é só um item que marca as horas, mas também pode fazer e receber chamadas, enviar vídeos, fotos e mensagens, monitorar batimentos cardíacos e pressão e até sugerir rotas para atividades físicas.

O mesmo raciocínio é válido para geladeiras, carros, smartphones e máquinas em geral. Tudo, hoje, pode ter sua parcela de “inteligência” e independência graças à Internet das Coisas. Você pode estar viajando, por exemplo, e se lembrar das lâmpadas da casa, que ficaram acesas. Se houver IoT de automação para esse recurso, bastará que você digite alguns comandos no celular e pronto: nada de surpresas na conta de luz no final do mês.

Por que as empresas devem investir na IoT?

O mercado da TI é um dos que mais cresce no mundo. Repare que, mesmo em momentos de crise, ela não para de se desenvolver.

A Internet das Coisas é uma realidade que já faz parte da vida das pessoas, permitindo que elas consigam ver, através de seus smartphones, soluções para inúmeros problemas de forma ágil, prática e eficiente.

Por exemplo: roupas com sensores podem não ser muito interessantes em um primeiro momento, mas são ideais para pessoas com Alzheimer ou praticantes de trilhas. Também presentes em vestimentas e acessórios para além do relógio faz-tudo, a Internet das Coisas permite uma camada extra de segurança. No caso do nosso exemplo, ela pode evitar o desgaste de uma busca, em caso de desaparecimento.

Em outras palavras, ideias inovadoras. aliadas a recursos inteligentes, oferecem benefícios não somente aos usuários, mas, também, às empresas que investem na Internet das Coisas como forma de otimizar os próprios processos, serviços e produtos.

Veja quais são os principais benefícios da IoT para as empresas:

Produtividade

Quando usadas as ferramentas baseadas no conceito IoT, os processos saem do modo manual e passam a ser automatizados, aumentando a produtividade operacional. Com isso, a produção, que duraria horas ou até dias, pode ser realizada em apenas alguns minutos.

Podemos exemplificar essa vantagem a partir de estoques dos grandes supermercados: Já pensou contar manualmente cada item movimentado pelo estabelecimento? Se esse fosse o caso, a empresa teria que pagar mais pessoas para fazer um trabalho que não teria confiabilidade. A IoT é um recurso importante nessa atividade, ajudando colaboradores e gestores no controle de suprimentos de forma mais assertiva e sem desperdícios de materiais e mão de obra.

Redução de custos

Ao automatizar processos, a Internet das Coisas acaba proporcionando um melhor uso de recursos e ativos da organização, ocasionando processos mais eficientes, menor necessidade de manutenção e redução dos gastos operacionais.

Investir na IoT é uma grande vantagem para PMEs que costumam ter o orçamento apertado, principalmente na questão de manter um time fixo de colaboradores. Com ela, o pequeno empresário passa a ter mais rentabilidade e competitividade ao otimizar processos e reduzir mão de obra.

Com a economia de recursos ele pode até investir em novos mercados.

Aumento da vida útil dos equipamentos

Um dos grandes gargalos em áreas operacionais está ligado à manutenção dos equipamentos. É preciso disponibilizar mão de obra para ir até o local, avaliar e fazer as devidas correções em cada hardware que necessite dessa consultoria.

A Internet das Coisas facilita esse controle ao instalar sensores em máquinas de produção, coletando informações sobre o desempenho e o mau funcionamento delas. Assim sendo, a equipe de manutenção vai apenas administrar as necessidades de revisão, que pode ser remota, evitando gastos extras com materiais e mão de obra.

 

Já pensou em transformar seu negócio e deixá-lo mais inteligente e lucrativo a partir de soluções inovadoras e muito úteis, como a Internet das Coisas? Venha conversar com os especialistas da 4Infra para saber como garantir mais agilidade, confiabilidade  e rentabilidade à sua empresa!


19 de abril de 2021

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down