(031) 3195-0580
4infra

Falhas de segurança em TI: 4 dicas de acabar com elas

Falhas de segurança em TI: 4 dicas de acabar com elas

Uma falha de segurança em TI pode colocar todo o negócio em risco. A proteção dos dados é o que garante a exclusividade e a competitividade de uma empresa. Não à toa, a informação é considerada um ativo estratégico. Para se prevenir de situações que colocam a organização na berlinda, veja 4 dicas para acabar com as falhas de segurança em TI!

Ter uma política de segurança definida

Os ataques virtuais estão cada dia mais sofisticados e comuns. O Brasil é um dos principais focos de crimes cibernéticos do mundo.

Diante disso, as empresas devem desenvolver uma política de segurança bem definida, que considere a complexidade de seu ambiente computacional e suas vulnerabilidades. Assim, conseguirá gerenciar efetivamente as situações de risco à segurança da informação.

Para definir uma boa política, é preciso alinhar todas as áreas de TI em direção à prioridade da segurança. Os gestores devem estar na posse de controles bem planejados e implementados, fazendo uma gestão proativa da segurança interna de acordo com as necessidades do próprio negócio.

Uma gestão assertiva de risco é a primeira forma de combate à falha de segurança em TI.

Estabelecer políticas de acesso

As políticas de acesso de uma empresa podem definir a forma como a gestão da segurança da informação é feita. Não se pode dar credenciais de acesso a dados críticos estratégicos a qualquer pessoa, pelo contrário. É preciso ter um controle rigoroso das credenciais para evitar a falha de segurança em TI.

Funcionários inexperientes podem colocar em risco a informação. Então, é preciso limitar o número de acesso aos dados sensíveis, sabendo exatamente quem possui credencial para trabalhar com eles.

Para definir uma política de acesso, pode-se criar um mapa de utilização de dados sensíveis. Ele documenta o modo como os dados se movem pelo sistema e quem são os responsáveis pelas credenciais de acesso. Assim, é possível ter uma visão global sobre os dados valorosos e sobre os potenciais riscos à segurança da informação.

Educar os colaboradores

Seus funcionários acessam as redes sociais com frequência, publicam informações privadas da companhia sem perceber ou são a porta de entrada para ransomwares e malwares penetrarem nas redes corporativas?

Se sim, eles são a própria falha de segurança em TI. Na verdade, colaboradores “mal educados” quanto à segurança da informação são considerados a principal vulnerabilidade de uma empresa.

O uso da mobilidade é um risco crescente, pois, apesar de contribuir para a produtividade, o aumento nos pontos de acesso nas empresas torna o controle de vulnerabilidade mais complexo.

Por isso, se você deseja se prevenir de falhas de segurança, eduque seus colaboradores sobre as práticas que devem ser evitadas para não colocar os dados empresariais em risco. Coisas simples, como não fazer downloads de fornecedores desconhecidos ou não clicar em links suspeitos no corpo do e-mail, podem fazer a diferença e contribuir para a segurança da informação.

Migrar para a nuvem

Boa parte das falhas de segurança em TI estão relacionadas à infraestrutura on premise e aos hábitos viciosos dos funcionários e da empresa. Atualmente, a transformação digital nos apresenta muitas soluções que podem combater essas vulnerabilidades.

A migração para a nuvem, por exemplo, retira esse “peso dos ombros” do gestor e garante mais segurança aos dados empresariais.

Isso porque a cloud oferece soluções que garantem a segurança e a continuidade do seu negócio. O backup em nuvem mantém uma cópia dos dados fora do ambiente físico (hardware), motivo pelo qual previne a perda de informações em caso de incidentes, falhas humanas e crimes virtuais.

Há também soluções de Disaster Recovery baseadas em nuvem que podem colocar seu sistema em funcionamento em pouco tempo em caso de incidentes.

A falha de segurança em TI pode ser combatida com medidas de prevenção, como política de acesso e segurança, educação dos colaboradores e migração de dados e aplicativos para a nuvem. Uma consultoria de TI também pode ser fundamental para direcionar as ações de segurança empresarial.

Conte com a 4infra para ajudá-lo nesta tarefa!


2 de agosto de 2018

Próximos Artigos
Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este artigo

Assuntos Relacionados
HDD e SSD: saiba a diferença e qual usar no seu servidor
30 de agosto de 2021
Entenda a importância do RTO e RPO
27 de agosto de 2021
Conheça as vantagens da Rede Social Corporativa e Intranet
25 de agosto de 2021
Ataque DDoS: saiba como proteger sua empresa!
23 de agosto de 2021
1 2 3 111
chevron-down